Ring Muscle Up

Progressão I & II

Durante o mês de agosto o skill de ginástica da programação Strength and Skill serão os Ring Muscle Ups.

Aqui vou colocar diferentes vídeos representando cada um deles uma diferente progressão. Procurem executar todas elas e ver qual, ou quais, vos coloca maior desafio.

A partir daí, como verão na programação do skill, terão de executar a progressão mais difícil que consigam fazer seguida da progressão logo abaixo dessa. Isto é, se no melhor vocês conseguirem executar a progressão III, farão as repetições dessa progressão e logo de seguida as repetições da progressão II. Assim, se for a progressão IV, fazer logo de seguida a progressão III.

O objetivo será acumular volume e repetições na tarefa. Da mesma forma que executamos um exercício de força com cargas mais baixas e mais repetições e não estamos sempre a fazer a nossa 1RM em todos os treinos, esperando que o nosso Back Squat (p. ex.) aumente.

Serão quatro as progressões e serão apresentadas, em publicações distintas, da mais fácil (progressão I) para a mais difícil (progressão IV).

Para aqueles que já conseguem fazer 7-10 Ring Muscle Ups unbroken terão uma opção adequada na programação do Skill.

Bons Treinos a todos,
Cristiano

I

Executada com duas bandas elásticas:
– Sentados em bumpers (os mais altos) ou no banco (os mais baixos);
– False Grip nas argolas e inclinar atrás para uma posição de Hollow;
– Realizar uma remada abaixo da linha do peito com os nós dos dedos das mãos colados;
– Atravessar a cabeça entre as argolas e elásticos num movimento explosivo para uma posição de Ring Dip;
– Fazer extensão completa do cotovelo;
– Voltar à posição inicial com controlo passando em todos estes checkpoints.

II

Set de argolas normal (sem elásticos).
Posicionamento da parte mais alta das argolas ao nível mais baixo da linha média transversal do peito:

– False Grip;
– Pés exatamente por debaixo da linha das argolas;
– Agachamento com elevação dos calcanhares e inclinação atrás para a posição inicial em Hollow – entre a linha dos ombros e do joelho;
– Mesma remada que na progressão I (mãos juntas e em direção ao esterno);
– No momento da remada, contração explosiva dos glúteos para elevar a bacia juntamente com a elevação do tronco executada pela remada;
– Atravessar a cabeça por entre as argolas e fitas para a posição de Ring Dip com o auxílio dos pés no chão;
– Extensão do cotovelo no Ring Dip com auxílio de salto;
– Retorno à posição inicial controlado passando por todos estes checkpoints.

Procurem realizar este movimento com explosão e dinâmica.

0 Comments

Open chat
1
Queres falar conosco?